Please reload

Posts Recentes

Royal Life faz grande cobertura no Carnaval 2018, em SP

20/02/2018

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Dia Mundial do Diabetes alerta para o papel da família na prevenção

14/11/2019

 

 

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) afirma que existem mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes no Brasil, o que representa 6,9% da população nacional. O ‘Dia Mundial do Diabetes’ é celebrado no dia 14 de novembro. A data foi criada pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) para conscientizar sobre os problemas associados à doença e, neste ano, com o mote 'Família e Diabetes', a campanha destaca o importante papel dos familiares na prevenção e controle da doença.

 

Entre os principais problemas associados ao Diabetes, a SBD destaca a alta mortalidade por doenças cardiovasculares (infartos e insuficiência cardíaca), AVC (derrame), complicações específicas da doença, como insuficiência renal, perda da visão, alteração de sensibilidade nos membros inferiores e o que pode levar a úlceras e amputações.

 

O Diabetes não atinge apenas os mais velhos. Pesquisa recente do Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostra que, de 2008 a 2018, o diagnóstico da doença cresceu 24% entre brasileiros com 18 anos ou mais.

 

"Além do Diabetes já ser uma epidemia mundial, o problema está atingindo pessoas cada vez mais jovens, e isso é muito grave. Hoje em dia, a gente faz diagnóstico de Diabetes tipo 2 em pessoas com 20, 30 anos de idade, devido a alimentação errada e sedentarismo desde a infância, além da questão genética", afirma a endocrinologista e consultora médica do Sabin, Dorothy Carriço.

 

Para se ter ideia do tamanho do problema, segundo o IDF, o Diabetes atinge 425 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo que, deste total, mais de um milhão são crianças e adolescentes com o diabetes tipo 1.

 

Tipos de Diabetes

 

Existem dois tipos mais comuns de diabetes: o tipo 1 e o tipo 2. O Diabetes tipo 1 é uma doença crônica não transmissível, hereditária, que concentra entre 5% e 10% do total de diabéticos no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. O tipo 1 aparece geralmente na infância ou adolescência, mas pode ser diagnosticado em adultos também.

 

Já o Diabetes tipo 2 ocorre quando o corpo não aproveita bem a insulina produzida. O Ministério da Saúde alerta que a causa do Diabetes tipo 2 está diretamente relacionada ao sobrepeso, sedentarismo, triglicerídeos elevado, hipertensão e hábitos alimentares inadequados.

 

A boa notícia é que há alternativas para driblar ou controlar a doença com bons hábitos. Segundo a endocrinologista Dorothy Carriço, o diabetes, principalmente o tipo 2, pode ser evitado. "É totalmente evitável se o paciente tiver um estilo de vida saudável, com alimentação adequada e atividade física diária", ressalta.

 

Ela destaca que o Diabetes é uma doença crônica e silenciosa, e por isso requer atenção e acompanhamento para que possa ser evitada. Em geral, os sintomas só aparecem quando o quadro já está agravado. Estima-se que no Brasil 90% dos casos da doença são do tipo 2 e acometem em sua maioria os adultos.

 

"A doença, na fase inicial, é muito assintomática, não tem sintoma nenhum. Quando vai evoluindo a glicose, aí os sintomas vão aparecendo, entre eles muita sede, muita fome, o paciente passa a urinar mais, e nas mulheres aumenta o índice de candidíase por conta do açúcar no sangue. Na fase mais grave, começa até mesmo a perder peso, quando a glicose já está bastante alterada", alerta a médica.

 

Fonte: Jornal Em Tempo | *Com informações da assessoria

Please reload

Siga